top of page
Países que foram atendidos na língua portuguesa.
Países que foram atendidos na língua espanhola.
Países que ainda não foram atendidos.
O Que é PsicOlogia Intercultural?

A Psicologia Intercultural é uma área da psicologia que se concentra no estudo das relações entre diferentes culturas e a influência dessas culturas no comportamento humano, nas crenças, valores, atitudes e experiências emocionais dos indivíduos. Essa disciplina examina como as pessoas de diferentes origens culturais percebem o mundo, se relacionam com os outros, enfrentam problemas psicológicos e desenvolvem sua identidade em contextos culturais variados.

Sabe-se que há um aumento significativo no número de pessoas que estão se mudando para outros países, e essa mudança pode resultar em angústias, desafios e outras dificuldades para os migrantes/imigrantes. Portanto, é de suma importância que os profissionais da psicologia estejam aptos a lidar com indivíduos de diferentes culturas e línguas, incorporando a dimensão da diversidade cultural, social e histórica.

possíveis cOnsequências psicOlógicas dA migração?

Alguns desses sintomas incluem tristeza profunda, desânimo, isolamento social, conflitos com a cultura do novo país, entre outros. Além disso, é frequente observar uma série de queixas somáticas, ou seja, manifestações de sofrimento físico para as quais não se chega a um diagnóstico preciso.

Nesse contexto, a Psicologia desempenha um papel crucial no acolhimento dessas pessoas, proporcionando o acesso à saúde mental e contribuindo para a integração dos migrantes, com o objetivo de assegurar direitos, promover a emancipação e garantir a liberdade.

Em relação ao suporte emocional, destaca-se a importância do conceito de "ikigai" como uma ferramenta valiosa. Esse conceito pode acompanhar os indivíduos durante sua jornada, inclusive ao viajar com animais de estimação ou ao se estabelecerem em um novo ambiente para viver. Essa abordagem oferece um apoio emocional adicional, ajudando-os a encontrar significado, propósito e equilíbrio em suas vidas, mesmo diante dos desafios do processo migratório.

ViajE cOm o seu pet

Para que seja considerado um animal de apoio emocional, é necessário que o profissional de saúde responsável (geralmente um psiquiatra ou psicólogo) emita um atestado ou certificado informando que o paciente necessita da presença do seu pet. A posse deste documento permite que o pessoa transite em qualquer lugar com o animal, assim como acontece com animais de serviço. Ou seja, mesmo nos lugares onde a presença de animais é proibida, como restaurantes, museus, hotéis, pousadas e aviões, o animal poderá entrar livremente. Mas atenção! O tutor deverá ter consigo, além do atestado ou certificado, todos os documentos do seu animal, principalmente a carteira de vacinação, com comprovação de vacina múltipla e antirrábica

PASSO A PASSO VETERINÁRIO – União Europeia



1.    Implantação do certificado de microchip, é necessário um certificado que comprove a implantação do mesmo, contendo os dados do pet, os dados do tutor, número de microchip, data de implantação, carimbado e assinado pelo veterinário.
2.    Aplicação da vacina de raiva, pode ser feito no dia da implantação do microchip ou após a implantação. 
3.    Aguardar 31 dias após a data de aplicação da vacina de raiva. 
4.    Efetuar a coleta da sorologia, após os 31 dias da vacina de raiva (Feito em laboratório credenciado pela Europa).  
5.    Quarentena, aguardar 90 dias após da coleta.
6.    Somente após a finalização da quarentena é que iremos poder emitir a documentação sanitária para embarque do pet (CVI|CZI).
bottom of page